Maria da Paixão
Instituto FMM
As 7 Mártires e Assunta

Província
Instituto
Igreja
Mundo
Amigos FMM
Voluntariado
Pastoral Juvenil/ Vocacional
Abre e vê
Quem somos
O que fazemos
Onde estamos
Amoreira da Gândara Fratel Porto - Maria Missionária
Arcozelo Funchal - Santa Clara Porto - S. Francisco
Beja Funchal - São Jorge Porches
Braga Lisboa - Casa Provincial Setúbal
Bragança  Lisboa - Chelas V. N. de Santo André
Charneca Caparica Lisboa - Cristo da Boa Morte Vila de Rei
Coimbra   Lisboa - Olivais  

 

 


 

 

 

 


Amigos do Instituto FMM


Associação de Amigos



Constituídos em Associação na sua primeira assembleia geral,

Fátima, 03 Julho 2010, que votou os Estatutos e elegeu os órgãos sociais





Encontro Anual  2012

O Encontro Anual  realizou-se em cada um dos domingos do mês de Maio, sucessivamente no Algarve-Odiáxere, Lisboa, Arcozelo-Barcelos e Funchal, constando de Sessão, Eucaristia e Lanche-convívio.

Em Mesa Redonda foi apresentado o tema
«Verdade e Caridade em Maria da Paixão».

Com  factos  da infância de Hélène de Chappotin (Maria da Paixão) viu-se quanto o meio familiar tem  importância na formação da criança, neste caso, relacionada com os valores da Verdade e da Caridade.

Dos vários episódios da sua infância, apresentados na Mesa Redonda, é de sublinhar o seguinte: A pequenina Hélène tivera uma grande discussão com o seu futuro cunhado, de quem ela não gostava, por ele vir arrebatar  a  irmã.  Ao rezar o Pai-nosso, a  pequena  detém-se nas palavras:  Perdoai-nos as nossas ofensas, assim  como nós perdoamos a quem nos tem ofendido;  e, correndo à sala onde o noivo da sua irmã estava reunido com a família, faz as pazes com ele.  É que ela sentia  a verdade das palavras que dizia.

Mais tarde, como missionária na India, ao ver-se caluniada em situação complexa, ela também procurou responder com  o perdão, expressão nobre da verdade e da caridade.




Na Mesa Redonda no Funchal, Celina Marques, ao ouvir a atitude de Maria da Paixão nessa  conjuntura dolorosa, exclamou  espontaneamente: “Então não admira que Maria da Paixão tenha dado tanto apreço à Verdade e Caridade, na sua própria vida pessoal e que  a fundação do Instituto esteja alicerçada nestes valores.“





O casal Maria José e José Luís Pereira,  na Mesa Redonda em Arcozelo,  reagiram  igualmente com admiração:  “Mulher audaz, mulher valente! que nobreza de alma para perdoar e silenciar! Que amor à verdade!” E citam Bento XVI, na exortação apostólica Caridade na Verdade:  “Defender a verdade, propô-la com humildade e convicção e testemunhá-la na vida são formas exigentes e imprescindíveis da caridade”(nº 1)”.




Em Lisboa,  M. Luisa Soares afirma: “Verdade e Caridade ou Amor é a base fundamental para que o homem possa comprometer-se com a Justiça.   Caridade, Verdade e Justiça têm como resultado final o Perdão…" 
Também foi  sublinhado que Maria da Paixão inculcava estes valores no Instituto missionário, que fundara, os quais têm passado  para as alunas e pessoas que contactam as Irmãs.

A  M. Luisa Soares, como antiga aluna FMM, deu o seu testemunho em Lisboa:
“Quem viveu e convive com as FMM sente esta profunda comunhão, as consequências de um estilo de educação foi-nos muito interiorizado. Já na época (deixei o colégio há 46 anos) as FMM eram abertas, amigas e sem pieguices, sentíamos o seu amor”.





No Algarve, o casal Filomena e Gabriel Gonçalves relacionaram este assunto com a própria pessoa de Cristo,  servindo-se  igualmente da já referida exortação apostólica de Bento XVI:
“Em Cristo, a Caridade na Verdade torna-se o Rosto da sua Pessoa, uma vocação a nós dirigida para amarmos os nossos irmãos na verdade do seu projeto. De facto, Ele mesmo é a Verdade” (nº 1).



Colmeia vigilante


É este o nome do novo projecto dos «Amigos das FM.M» residentes na Charneca de Caparica: distribuição de sopa, aos sábados, aos mais carenciados da freguesia.

Como surgiu o nome de «Colmeia Vigilante» ?
Maria da Paixão, quando o Instituto atingiu os 3 mil membros, apelidou-o de «Colmeia em movimento».


As animadoras do Projecto da Associação dos Amigos do Instituto, da Charneca de Caparica, ao lembrarem-se das palavras de Maria da Paixão, adoptaram-no. Contudo, substituíram a palavra «em movimento» por «vigilante», querendo com isso dizer que estavam atentas e vigilantes às necessidades dos pobres e famílias carenciadas da freguesia…

O 1º impulso foi dado no dia 21 de Maio de 2012
, aniversário do nascimento de Maria da Paixão. E, desde então, é só crescer ...
Começamos o projecto com três animadoras, passados dois meses já somos 25 voluntários.

Para pôr este projecto em acção foi contactada a autoridade local, a Junta de Freguesia, que logo disponibilizou o estaleiro e elaborou a lista dos restaurantes da freguesia. O nosso Pároco também teve conhecimento.
Foram convidados para um encontro, na casa das Irmãs, os dirigentes dos grupos activos da Paróquia: Escutismo, Catequese, Apoio Fraterno, Pastoral de Saúde e Renovamento Carismático. Era importante mobilizar toda a Paróquia.

Foram enviadas cartas aos restaurantes locais, com a assinatura da «Associação dos Amigos» e da «Junta de Freguesia». A resposta destes foi bastante fraca o que não aconteceu com outras entidades.
Neste momento temos a colaboração de  3 pastelarias que fornecem bolos e pão, 3 churrasqueiras que dão frangos, 1 super mercado «Ponto Fresco», que semanalmente colabora com géneros e 2 quintas das Terras da Costa, que oferecem legumes, batatas, cebolas, cenouras, etc.
O reforço humano também não faltou. A grande oferta foi da parte do Renovamento Carismático, que logo se apresentou com 8 voluntários, número que continua a aumentar.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player



Neste momento já são contempladas 23 famílias, 6 das quais se tem de levar a domicílio.
Tudo isto supõe muita disponibilidade, doação e espírito de sacrifício, da parte de todos, mas muito especialmente das animadoras, Alda Santos, Teresa Pinto e Amélia Vilaverde.

A comunidade F.M.M.
disponibilizou uma sala e a despensa para conservar todos os géneros, pois a recolha é feita durante a semana e a comunidade paroquial também está a aderir com alguns donativos: 2 arcas frigoríficas e há a promessa de um fogão mais eficiente.
Bendito seja Deus!

Maria Isabel Mata, fmm



Associação de Amigos

Constituídos em Associação na sua primeira assembleia geral, Fátima, 03 Julho 2010, que votou os Estatutos, elegeu os órgãos sociais e aprovou o Plano Trienal 2010-2013, os Amigos têm como objectivo no ano 2011-2012:

Aprofundar a espiritualidade de Maria da Paixão e sua actualidade

Como concretização daquele Plano por todos aprovado, estão em curso as suas acções e projectos:

Projecto: «Afilhados Moçambique», iniciado no ano 1010-2011, a favor de instituições sociais orientadas pelas Franciscanas Missionárias de Maria em Moçambique.
No primeiro ano 61 crianças da Namaacha, perto de Maputo, foram  apadrinhadas;
No ano 2011-2012 amplia-se o Projecto:
- continuar com os/as Afilhados/as da Namaacha
- Missão de Lalaia (Nampula) – Lar de adolescentes e jovens para continuar estudos;
- Missão de Meza-Pemba (Cabo Delgado) – Escolinha para crianças dos 2 aos 6 anos.

Projecto «Férias Missionárias 2012»:
contribuir para a realização de trabalho voluntário de jovens em Moçambique, durante dois meses no próximo verão, para o que já estão em preparação, ao longo do ano, vários jovens algarvios.



Acções para conhecer a espiritualidade de Maria da Paixão
, Fundadora do Instituto das Franciscanas Missionárias de Maria:
- Dias de reflexão e Fim-de-semana de retiro, a realizar no Norte (Arcozelo-Barcelos), Porto, Lisboa, Ferragudo (Algarve) e Funchal.
- Viagem à França, a partir de Lisboa, a Paris e região natal de Maria da Paixão e do desenvolvimento inicial do Instituto.

Encontro Anual festivo 2012:


06 Maio, no Algarve, em Odiáxere
13  Maio, em Lisboa
20 de Maio em Arcozelo
03 Junho no Funchal



Tema a desenvolver
:

Espiritualidade de Maria da Paixão, em ligação aos lugares onde viveu


 Página seguinte


Franciscanas Missionárias de Maria © 2011. Todos os direitos reservados.