Maria da Paixão
Instituto FMM
As 7 Mártires e Assunta

Província
Instituto
Igreja
Mundo
Amigos FMM
Voluntariado
Pastoral Juvenil/ Vocacional
Abre e vê
Quem somos
O que fazemos
Onde estamos
Amoreira da Gândara Funchal - Santa Clara Porto - S. Francisco
Arcozelo Funchal - São Jorge Porches
Beja Lisboa - Casa Provincial Setúbal
Braga Lisboa - Chelas V. N. de Santo André
Bragança  Lisboa - Cristo da Boa Morte Vila de Rei
Charneca Caparica Lisboa - Olivais
Coimbra   Porto - Maria Missionária  

 

 


francisco-laudato-si-1.jpg




































f-nossa senhora auxiliadora.jpg


francisco ano laudato si.jpg

Texto da Encíclica Laudato Si’ 

O Papa Francisco recorda 5 anos da Laudato Si':

ouvir o grito da Terra e dos pobres


«Exatamente no dia 24 de maio de 2015, o Pontífice assinava a Encíclica
“com a qual se buscou chamar a atenção para
o grito da Terra e dos pobres”.


Francisco mencionou a iniciativa de reflexão do Dicastério
para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral de
convocar o Ano “Laudato Si’”,
que se concluirá a 24 de maio de 2021.»

“Convido todas as pessoas de boa vontade
a aderirem para cuidar da nossa casa comum
e dos nossos irmãos e irmãs mais frágeis.”

Leia mais em:
https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2020-05/papa-francisco-recorda-cinco-anos-laudato-si-grito-terra-pobres.html


Oração dedicada a este Ano especial

O Papa Francisco afirma:

“Será belo rezá-la”. 

ORAÇÃO

Deus de amor,
Criador do céu e da terra e de tudo que eles contêm.
Abri as nossas mentes e tocai os nossos corações,
para que possamos atender ao vosso dom da criação.

Fazei-vos presente para os necessitados nestes tempos difíceis,
especialmente os mais pobres e os mais vulneráveis.

Ajudai-nos a demonstrar solidariedade criativa para abordar
as consequências desta pandemia global.

Tornai-nos corajosos para abraçar as mudanças que são necessárias
na busca pelo bem comum.

Que possamos sentir, agora mais do que nunca, que estamos todos interligados e interdependentes.

Fazei com que possamos escutar e atender
ao grito da terra e ao grito dos pobres.


Que estes sentimentos atuais sejam as dores de parto
para um mundo mais fraterno e sustentável.

Oremos sob o olhar amoroso de Maria, Auxílio dos Cristãos,
por Cristo Nosso Senhor.
Amém



O Papa Francisco recorda 5 anos da Laudato Si' - LEIA MAIS EM





francisco-quaresma-mensagem2021.jpg


QUARESMA DE 2021

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO
«Vamos subir a Jerusalém...» (Mt 20, 18).
Quaresma: tempo para renovar fé,
esperança e caridade.

Queridos irmãos e irmãs!

Jesus, ao anunciar aos discípulos a sua paixão, morte e ressurreição como cumprimento da vontade do Pai, desvenda-lhes o sentido profundo da sua missão e convida-os a associarem-se à mesma pela salvação do mundo.

Ao percorrer o caminho quaresmal que nos conduz às celebrações pascais, recordamos Aquele que «Se rebaixou a Si mesmo, tornando-Se obediente
até à morte e morte de cruz» (Flp 2, 8).

cachoiras gif 2021.gif

Neste tempo de conversão, renovamos a nossa fé,
obtemos a«água viva» da esperança 
e recebemos com o coração aberto o amor de Deus 
que nos transforma em irmãos e irmãs em Cristo.

Na noite de Páscoa, renovaremos as promessas do nosso Batismo, para renascer como mulheres e homens novos por obra e graça do Espírito Santo.
Entretanto o itinerário da Quaresma, como aliás todo o caminho cristão,
já está inteiramente sob a luz da Ressurreição que anima os sentimentos,
atitudes e opções de quem deseja seguir a Cristo. [...]

1. A fé chama-nos a acolher a Verdade e a tornar-nos suas testemunhas
diante de Deus e de todos os nossos irmãos e irmãs


2. A esperança como «água viva»,
que nos permite continuar o nosso caminho

3. A caridade, vivida seguindo as pegadas de Cristo na atenção e compaixão por cada pessoa, é a mais alta expressão da nossa fé e da nossa esperança
[...]

Queridos irmãos e irmãs, cada etapa da vida é um tempo para crer, esperar e amar. Que este apelo a viver a Quaresma como percurso de conversão, oração e partilha dos nossos bens, nos ajude a repassar, na nossa memória comunitária e pessoal, a fé que vem de Cristo vivo, a esperança animada pelo sopro do Espírito e o amor cuja fonte inexaurível é o coração misericordioso do Pai.

Que Maria, Mãe do Salvador, fiel aos pés da cruz e no coração da Igreja, nos ampare com a sua solícita presença, e a bênção do Ressuscitado nos acompanhe no caminho rumo à luz pascal.

Roma, em São João de Latrão, na Memória de São Martinho de Tours, 11 de novembro de 2020.

Francisco

Texto na íntegra: Quaresma 2021: «Vamos subir a Jerusalém...»
(Mt 20, 18).
Quaresma: tempo para renovar fé, esperança e caridade


francisco-apresentacao-senhor-2021.jpg


FESTA DA APRESENTAÇÃO DO SENHOR
XXV DIA MUNDIAL DA VIDA CONSAGRADA
              SANTA MISSA PARA OS CONSAGRADOS

francisco-homilia-2-2-2021.jpg

                HOMILIA DO PAPA FRANCISCO
Basílica de São Pedro
Terça-feira, 2 de fevereiro de 2021


«Meus olhos viram a Salvação» (Lc 2, 30): são as palavras de Simeão,
que o Evangelho apresenta como um homem simples, um homem
«justo e piedoso» (2, 25).
Mas, dentre todos os homens que estavam no templo naquele dia, só ele viu,
em Jesus, o Salvador.
Que viu ele? Um menino; um pequenino, frágil e simples menino.
Mas n’Ele viu a Salvação, porque o Espírito Santo lhe fez reconhecer,
naquele terno recém-nascido, «o Messias do Senhor» (2, 26).
Ao tomá-Lo nos braços, percebeu, pela fé, que n’Ele Deus cumpria as suas promessas. E assim ele, Simeão, já podia partir em paz: vira a graça que vale
mais do que a vida (cf. Sal 63/62, 4), e nada mais esperava.

Também vós, queridos irmãos e irmãs consagrados, sois homens e mulheres simples que vistes o tesouro que vale mais do que todas as riquezas do mundo.
Por ele, deixastes coisas preciosas, tais como bens, criar uma família própria.
Por que o fizestes?
Porque vos apaixonastes por Jesus, n’Ele vistes tudo e, fascinados pelo seu olhar, deixastes o resto. A vida consagrada é esta visão.
                  É ver aquilo que conta na vida.
           É acolher de braços abertos o dom do Senhor,
                                    como fez Simeão.

Isto é o que veem os olhos dos consagrados: a graça de Deus derramada
nas suas mãos. A pessoa consagrada é alguém que, ao olhar-se cada dia, diz:                           «Tudo é dom, tudo é graça».
Queridos irmãos e irmãs, não é mérito nosso a vida religiosa,
é um dom de amor que recebemos.
[...]

Amados irmãos e irmãs, agradeçamos a Deus pelo dom da vida
consagrada e peçamos um olhar novo, que saiba ver a graça,
que saiba procurar o próximo, que saiba esperar.
Então os nossos olhos também verão a Salvação.

 Texto na íntegra:
https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2020-02/integra
-homilia-do-papa-missa-festa-apresentacao-senhor-templo.html

Fonte: Vatican News


joao-bras-aviz-cardeal.jpg


Dia do Consagrado
2021/02/02

Card. João Braz de Aviz - prefeito da Congregação
para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica


Mensagem a todos os Consagrados



"O meu desejo é dar-vos o meu abraço, mesmo virtual.
Alguns de nós entregaram a sua vida servindo aos irmãos neste momento
de dificuldade, outros continuam servindo em ambientes onde existem
certo perigo, mas que possamos pensar que tudo isso faz parte da nossa
vocação, faz parte do nosso modo de seguir Jesus Cristo.

E que tu sejas feliz
e que possamos construir agora muito mais ainda
no espírito da 'Fratelli tutti' do Papa Francisco."

Fonte: Vatican News - Português


2021-stop-eutanasia.jpg


Comunicado do Conselho Permanente da CEP
                face à aprovação da eutanásia


Lisboa, 29 de janeiro de 2021

Fonte: Fonte: Agência Ecclesia

Ver texto na íntegra:
Comunicado do Conselho Permanente da CEP face à aprovação da ...


francisco-programa.jpg


O "programa de vida" 
que o Papa Francisco sugere para o novo ano

Fonte: Programa 70X7 de dia 10 de janeiro de 2021


presidencia da cep recebida pelo papa francisco2021.jpg
Da esquerda para a direita:
D. Virgílio Antunes, D. José Ornelas
e Padre Manuel Barbosa



Vaticano
francisco-audiencia-cep2021.jpg
constituída pelo presidente e vice-presidente da Conferência Episcopal, respetivamente, D. José Ornelas e D. Virgílio Antunes, e pelo secretário
e porta-voz da CEP, padre Manuel Barbosa.


Nota da CEP depois da audiência com o Santo Padre

Sexta feira, 08/01/2021

«Foi um excelente encontro fraterno em que tivemos a oportunidade de manifestar
a comunhão e sintonia dos Bispos portugueses para com o Santo Padre
e a Igreja Universal.
Exprimimos também o apreço do povo português pelo Papa Francisco
e pelos temas que tem proposto à reflexão da Igreja e da sociedade. [...]

Sobre a próxima Jornada Mundial da Juventude em Portugal,
referimos que a sua preparação está em andamento, tendo em conta evidentes atrasos, dada a situação atual.
O Santo Padre manifestou o seu entusiasmo por este acontecimento
mundial de encontro com os jovens,
mantendo a esperança de poder estar em Portugal em 2023.»

Texto na íntegra: Nota da CEP depois da audiência com o Santo Padre


dom_jose_ornelas_cep-2021.jpg


Presidente da CEP projeta encontro com o Papa
07/01/2021



«Em entrevista à Agência ECCLESIA, D. José Ornelas, presidente da CEP, disse que este encontro quer ser uma “valorização da eclesialidade”,
servindo para “ouvir” as orientações e preocupações de Francisco.

[...]
A delegação que vai ser recebida pelo Papa Francisco é constituída
pelo presidente e vice-presidente da Conferência Episcopal, respetivamente,
D. José Ornelas e D. Virgílio Antunes, e pelo secretário e porta-voz da CEP,
padre Manuel Barbosa.
A atual presidência foi eleita a 16 de junho para o triénio 2020-2023,
durante a 198ª Assembleia Plenária do episcopado português.

No primeiro dia de 2021, a CEP publicou novas diretrizes para a “proteção
de menores e adultos vulneráveis”, incluindo as orientações emitidas,
nos últimos anos, pelo Papa Francisco e pela Comissão Pontifícia
para a Tutela dos Menores (Santa Sé).»

Fonte: Agência Ecclesia


francisco-todos-irmaos-2021.jpg












fratelli-2021-abraco-leproso.jpg






fratelli-2021-encontro-sultao.jpg






fratelli-2021-lobo-gubio.jpg






p.mario silva-2021.jpg


Todos irmãos em 2021:

entrevista a frei Fabrizio Bordin.



Programa Ecclesia do dia 4 de janeiro de 2021

Fonte: Agência Ecclesia


barrinhas divisorias(11).gif

Francisco e o encontro com o Leproso

A conversão de Francisco a Cristo aconteceu em 1205. O primeiro grande encontro aconteceu com o leproso, às portas da cidade de Assis.

Francisco o revela e foi por esse acontecimento que ele começou o seu Testamento, pouco antes da sua morte (em 1226): 

«Deus, nosso Senhor, quis dar a sua graça a mim, o irmão Francisco,
para que começasse a fazer penitência; porque, quando eu estava em pecados, parecia-me muito amargo dar com os olhos nos leprosos; mas o mesmo Senhor, um dia, me conduziu ao meio deles e com eles usei de misericórdia.

E ao afastar-me deles, o que antes me parecera amargo, converteu-se
para mim em doçura de alma e de corpo: e em seguida,
passado um pouco de tempo, saí do mundo»
.
 
(Fontes Franciscanas, Testamento 1).

Francisco e o Sultão

A quarta Cruzada (1202-1204) foi um desastre e uma vergonha. Em vez de se dirigirem a Jerusalém, para defender os lugares santos, os Cruzados dirigiram-se
a Constantinopla e tomaram a cidade, em luta feroz que fez imensos mortos. E estabeleceram ali um império latino.

Apesar disso, o Concílio IV de Latrão (1215) decidiu avançar com nova Cruzada. Francisco de Assis estava presente. Confirmou a convicção de que de não era
pela via da força que se poderia convenientemente guardar os lugares santos.
A Cruzada partiu em 1217 e foi lutar contra o Sultão em Damieta, perto do Cairo.

Francisco de Assis partiu com alguns frades em 1219, passou pelo exército dos Cruzados e foi encontrar-se com o Sultão al-Malik al-Kamil.
Foi o primeiro grande encontro de paz entre cristãos e muçulmanos.


Os Cruzados não conseguiram avançar e foram destroçados.
Francisco conseguiu do Sultão a licença para entrar pacificamente na Terra Santa.
Francisco regressou a Itália em 1220. Mas os frades permaneceram e são,
desde então até hoje, ininterruptamente, os verdadeiros «custódios» da Terra Santa, como a Igreja reconheceu. 

O encontro entre Francisco e o Sultão é considerado como a maneira cristã de estabelecer o diálogo eficaz entre religiões, civilizações e culturas.
Os Papas do nosso tempo retomaram o gesto de Francisco:
Paulo VI, João Paulo II, Bento XVI e Francisco foram ao encontro
de autoridades muçulmanos, deram o abraço da paz
e confessaram o respeito mútuo.

(Fontes Franciscanas IV, Tiago de Vitry, História do Ocidente, 14).

Francisco e o encontro com o Lobo de Gúbio

O encontro de Francisco com o lobo de Gúbio, registado pelas «Florinhas»
(cap 21), é a metáfora franciscana da utopia do profeta Isaías (Is 11,6-8)
de um convívio entre a ferocidade do lobo e a população de Gúbio,
que vivia assustada de medo e armada por causa dos ataques constantes
do lobo às pessoas e a outros animais.

Francisco foi ao encontro do lobo. Encontrando-o, fez o sinal da cruz
e estabeleceu um diálogo com o animal, dizendo:

lobo de gubio-2021.jpg“Vem cá, irmão lobo, ordeno-te
da parte de Cristo
que não faças mal
nem a mim
nem a ninguém
nem aos animais”.


O lobo fechou a boca e mansamente, como um cordeiro, lançou-se aos pés de Francisco. Francisco dialogou com o lobo, interpelando-o por ter feito muito mal aos animais e aos homens, ferindo e matando.
Francisco propôs um pacto de paz: o lobo não iria mais fazer mal nem
a pessoas nem a outros animais,

e estes não iriam mais persegui-lo.
O lobo, com gestos do corpo, da cauda e das orelhas, mostrava aceitar
o que Francisco propunha.
Francisco prometia ainda cuidar bem do lobo, com comida e cuidados devidos.
O lobo selou o seu compromisso colocando a sua pata direita
na mão de Francisco.

Depois de ter feito uma pregação ao povo, Francisco apresentou o compromisso assumido com o lobo. O povo comprometeu-se a não perseguir o lobo, a dar-lhe o alimento necessário e a prestar-lhe os devidos cuidados.

(Fontes Franciscanas, Florinhas de S. Francisco, cap 21).

Autor desta síntese: P. Mário Silva, OFM


francisco-ano família-2020-2021.jpg


Convocação de um “Ano especial
dedicado à Família Amoris laetitia”

No Angelus deste domingo, 27 dezembro 2020,
dia em que a Igreja celebra a Sagrada Família, 
o Papa Francisco anunciou a convocação de
um “Ano especial dedicado à Família Amoris laetitia” .

Será inaugurado em 19 de março de 2021, dia de São José
e quinto aniversário de publicação da Exortação Apostólica.


O encerramento está marcado para junho de 2022. 




Será "um ano de reflexão" e uma oportunidade
para "aprofundar os conteúdos do documento":

1. A ALEGRIA DO AMOR
que se vive nas famílias é também o júbilo da Igreja.

Texto na íntegra: Amoris laetitia: em Português
Esortazione Apostolica sull'amore nella famiglia
(19 marzo 2016)

Fonte: vatican news



francisco-urbi-et-orbi-2020.jpg


«Urbi et Orbi»
A mensagem do Papa para as famílias afetadas pela pandemia

25 de dezembro de 2020



Fonte: Agência Ecclesia

Mensagem de Natal do Papa:
Jesus nasce para todos, não só para alguns


Ao conceder a bênção Urbi et Orbi (à cidade de Roma e ao mundo),
o Papa Francisco rezou pelas populações mais atingidas pela crise
ecológica, social e econômica agravada pela pandemia.

No continente americano, um dos mais afetados pelo coronavírus,
pediu o fim da corrupção e da insegurança, e citou o Chile e a Venezuela
.

MENSAGEM URBI ET ORBI
DO PAPA FRANCISCO

NATAL DE 2020

Sexta-feira, 25 de dezembro de 2020

Queridos irmãos e irmãs, feliz Natal!

Gostava de fazer chegar a todos a mensagem que a Igreja anuncia nesta festa,
com as palavras do profeta Isaías:
«Um menino nasceu para nós, um filho nos foi dado»

(Is 9, 5).
Nasceu um menino: o nascimento é sempre fonte de esperança,
é vida que desabrocha, é promessa de futuro.
E este Menino – Jesus – «nasceu para nós»: um «nós» sem fronteiras,
sem privilégios nem exclusões.
O Menino, que a Virgem Maria deu à luz em Belém, nasceu para todos:
é o «filho» que Deus deu à família humana inteira.
[...]
Peço a todos, nomeadamente aos líderes dos Estados, às empresas, aos organismos internacionais, que promovam a cooperação, e não a concorrência, na busca duma solução para todos: vacinas para todos, especialmente para os mais vulneráveis e necessitados em todas as regiões da Terra. Em primeiro lugar, os mais vulneráveis e necessitados!

Por isso, que o Menino de Belém nos ajude a estar disponíveis, a ser generosos e solidários, especialmente para com as pessoas mais frágeis, os doentes e quantos neste tempo se encontram desempregados ou estão em graves dificuldades pelas consequências económicas da pandemia, bem como as mulheres que nestes meses de confinamento sofreram violências domésticas.

Perante um desafio que não conhece fronteiras, não se podem erguer barreiras.
Estamos todos no mesmo barco. Cada pessoa é um meu irmão. Em cada um vejo refletido o rosto de Deus e, nos que sofrem, vislumbro o Senhor que pede a minha ajuda. Vejo-O no doente, no pobre, no desempregado, no marginalizado, no migrante e no refugiado: todos irmãos e irmãs!
[...]
Jesus nasceu num estábulo, mas envolvido pelo amor da Virgem Maria e de São José. Nascendo na carne, o Filho de Deus consagrou o amor familiar. Neste momento, penso de modo especial nas famílias que hoje não se podem reunir, como também naquelas que são obrigadas a permanecer em casa. E, para todos, seja o Natal a ocasião propícia para redescobrirem a família como berço de vida e de fé, lugar de amor acolhedor, de diálogo, perdão, solidariedade fraterna e alegria partilhada, fonte de paz para toda a humanidade.
Feliz Natal para todos!

Texto na íntegra: "Urbi et Orbi" - Natal 2020

Fonte: vatican.va


francisco-em-ano-de-pandemia.jpg


O Papa Francisco completa hoje 84 anos.

17 de dezembro de 2020 - 5.ª feira

                                Parabéns, Papa Francisco!

«O Papa Francisco completa hoje 84 anos.
Nestas horas, se multiplicam as felicitações para o seu aniversário
- um mosaico de afeto que chega até ao Papa no ano dramático da pandemia.

Este vídeo repropõe como um álbum fotográfico os instantes mais belos
e intensos do pontificado, os sorrisos, os abraços e a proximidade
de um tempo que agora parece distante,
na espera que o mundo possa revivê-los o quanto antes.»


Fonte: Vatican News - Português

 

francisco-celebra-51anos-de-sacerdocio.jpg


O Papa Francisco - 51 anos de ordenação sacerdotal!

13 de dezembro de 2020

Qual é o sinal de que um sacerdote está no caminho certo”,
que “está encarando a realidade com os olhos de homem
e com os olhos de Deus? 
A alegria”.

“Peçamos ao Senhor a graça de que os nossos sacerdotes sejam alegres:
alegres porque conhecem o verdadeiro sentido de encarar os aspetos da pastoral,
o povo de Deus com olhos de homem e com olhos de Deus.”


Fonte:
https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2020-12/papa-francisco-51-anos-ordenacao-sacerdotal.html


francisco-assina-fratelli-tutti.jpg


Diálogos sobre a Encíclica Fratelli Tutti
9 dezembro de 2020

O diálogo sobre a recente encíclica do Papa Francisco, Fratelli tutti,
decorreu no dia 9 de dezembro de 2020 às 15h00 e teve a presença
dos palestrantes:
             Profª. M. Lourdes Rodrigues, Reitora do ISCTE
             e do Cardeal Tolentino Mendonça,
             Bibliotecário e Arquivista do Vaticano.

O diálogo foi moderado pelo Vice-Reitor José Manuel Pereira de Almeida.



Fonte: Universidade Católica Portuguesa - UCP

Texto na íntegra: Fratelli tutti (3 October 2020) em Português


francisco-sauda-militares.jpg


De surpresa, o Papa Francisco
saúda os militares que protegem o Vaticano


No dia da Imaculada Conceição, a saudação do Papa aos soldados responsáveis pela segurança da Cidade do Vaticano



O Papa Francisco concluiu o dia da festa da Imaculada Conceição
saindo do programa.
Retornando ao Vaticano, após a homenagem diante da imagem de Maria
na Piazza di Spagna, visitas a Santa Maria Maior e à Praça de São Pedro,

o Pontífice parou o carro em frente aos militares italianos
que guarnecem uma das entradas da Cidade do Vaticano
. […].

Francisco desceu do carro e saudou um a um os soldados.
Depois de agradecer o serviço que prestam, o Santo Padre deixou-lhes
um presente.

É palpável a emoção dos militares, que talvez não esperassem o gesto afetuoso dirigido a quem cumpre um serviço exigente e responsável, 24 horas por dia,
sob e chuva, calor e ao frio
.

Fonte: Giancarlo La Vella – Vatican News


francisco convoca ano s-jose-2020.jpg


“Patris corde – Com coração de Pai”

Papa Francisco convoca o “Ano de São José”
de 8 de Dezembro de 2020 a 8 de Dezembro 2021

CARTA APOSTÓLICA

PATRIS CORDE

DO PAPA FRANCISCO


POR OCASIÃO DO 150.º ANIVERSÁRIO
DA DECLARAÇÃO DE SÃO JOSÉ
COMO PADROEIRO UNIVERSAL DA IGREJA

Com coração de pai: assim José amou a Jesus, designado nos quatro Evangelhos como «o filho de José».

Os dois evangelistas que puseram em relevo a sua figura, Mateus e Lucas, narram pouco, mas o suficiente para fazer compreender o género de pai
que era e a missão que a Providência lhe confiou. [...]

1. Pai amado
2. Pai na ternura
3. Pai na obediência
4. Pai no acolhimento
5. Pai com coragem criativa
6. Pai trabalhador
7. Pai na sombra
[...]

             «Levanta-te, toma o menino e sua mãe»
(Mt 2, 13): diz o anjo da parte de Deus a são José.

O objetivo desta carta apostólica é aumentar o amor por este grande Santo, para nos sentirmos impelidos a implorar a sua intercessão
e para imitarmos as suas virtudes e o seu desvelo.
[...]

Só nos resta implorar, de São José, a graça das graças: a nossa conversão.

Dirijamos-lhe a nossa oração:

Salve, guardião do Redentor
e esposo da Virgem Maria!
A vós, Deus confiou o seu Filho;
em vós, Maria depositou a sua confiança;
convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós
e guiai-nos no caminho da vida.
Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,
e defendei-nos de todo o mal. Amen.

Roma, em São João de Latrão, na Solenidade da Imaculada Conceição da Bem-Aventurada Virgem Maria, 8 de dezembro do ano de 2020, oitavo do meu pontificado.

Francisco

Texto na íntegra: Patris corde – Com coração de Pai

Fonte: vatican.va



Imaculada700-2020.jpg





700 anos do culto da Imaculada Conceição


Fonte: Programa 70x7 de dia 6 de dezembro de 2020
Agência Ecclesia

VER TAMBÉM: A nossa história



pandemia-2020.jpg





Ninguém imaginou que 2020 seria assim
dia 02 de dezembro de 2020

Fonte: Global Catholic Climate Movement











Imaculada700-20201017.jpg

 

700 anos Culto da Imaculada Conceição em Portugal



Fonte:
Diocese de Coimbra
Conferência de Imprensa
Transmitido em direto a 17/09/2020


Ver também:

A nossa história

No dia 17 de outubro de 1320, o bispo de Coimbra, D. Raimundo Evrard,
institui a
festividade da Conceição de Maria, isto é
“o dia em que a Virgem Gloriosa Santa Maria foi concebida”,
e manda que se
celebre todos os anos
a 8 de dezembro na Basílica de Santa Maria de Coimbra,
hoje, a Sé Velha.

Ver texto na íntegra:

NOTA PASTORAL DO BISPO DE COIMBRA, DOM VIRGÍLIO ANTUNES, NA CELEBRAÇÃO DOS 700 ANOS DO CULTO DA IMACULADA CONCEIÇÃO EM COIMBRA

Coimbra, 17 de setembro de 2020
Virgílio do Nascimento Antunes
Bispo de Coimbra

   Página seguinte                                                   Página anterior 





Franciscanas Missionárias de Maria © 2011. Todos os direitos reservados.