Maria da Paixão
Instituto FMM
As 7 Mártires e Assunta

Província
Instituto
Igreja
Mundo
Amigos FMM
Voluntariado
Pastoral Juvenil/ Vocacional
Abre e vê
Quem somos
O que fazemos
Onde estamos
Amoreira da Gândara Fratel Porto - Maria Missionária
Arcozelo Funchal - Santa Clara Porto - S. Francisco
Beja Funchal - São Jorge Porches
Braga Lisboa - Casa Provincial Setúbal
Bragança  Lisboa - Chelas V. N. de Santo André
Charneca Caparica Lisboa - Cristo da Boa Morte Vila de Rei
Coimbra   Lisboa - Olivais  

 

 


diversidade-no-trabalho.jpg

NOTÍCIAS DO MUNDO


beira-ciclone-calamidade.jpg

beira-ciclone-calamidade2.jpg


beira-pai salvando a filha.jpg


Moçambique - Beira:
Papa manifesta solidariedade às vítimas das inundações

beira-ciclone-calamidade3.jpg

Ao final da Audiência Geral desta quarta-feira (20/03),
o Papa Francisco manifestou sua solidariedade aos habitantes
de Moçambique, Zimbábue e Malauí, que estão sofrendo com inundações
que “semearam luto e devastação”.

“A essas queridas populações, expresso a minha dor e a minha proximidade. Confio as muitas vítimas e suas famílias à misericórdia de Deus e imploro conforto e apoio aos que foram atingidos por esta calamidade.”

Fonte: https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2019-03/papa-francisco-solidariedade-mocambique-enchentes.html


Papa lamenta devastação provocada pelo ciclone Idai



Fonte: Agência Ecclesia
Publicado em 20 de março de 2019


beira-ciclone idai.jpg
beira-ciclone-mocambique2.jpg
beira-ciclone.jpg
ciclone-mocambique.jpg


Testemunho na primeira pessoa
do italiano Fabrizio Graglia, diretor da Associação Esmabama em Sofala, sobre a destruição deixada pela passagem do ciclone Idai por Moçambique.
"A situação que se vive na Beira e em Sofala
é catastrófica e dantesca"


beira-ciclone-mocambique.jpg

Caros amigos,
[Nesta segunda-feira, 18 de março] consegui fazer a viagem de Beira
para Nampula e depois para Maputo para poder aceder à internet
e poder atualizar-vos sobre os últimos acontecimentos que atingiram
a província de Sofala.

Um ciclone devastador (Idai) massacrou Sofala na noite de quinta-feira,
14 de março. Desde aquele dia ficámos sem energia elétrica, comunicações telefónicas, combustível, comida, água potável, estradas, ATM e os bancos mantêm-se fechados. Este ciclone deixou para trás um rasto de morte
e destruição como não há memória no país. 

As escolas, o nosso escritório, os hospitais que permaneceram em pé
tornaram-se o refúgio de centenas de famílias que perderam tudo.


O telhado do hospital central da Beira caiu e cinco recém-nascidos
da enfermaria de neonatologia morreram, mais 160 pessoas morreram naquelas instalações devido principalmente à falta de energia que mantinha as máquinas hospitalares e à queda parcial da estrutura.

Não há postes de luz em pé, as árvores tombadas bloqueiam as ruas,
nenhuma loja ou mercado está operacional.
Só comemos laranjas e abacates durante três dias
e racionalizamos a água potável.

O vento era tão forte que arrancou os motores de ares condicionados
atirando-os para os telhados circunvizinhos.
Lendo as últimas notícias online, verifico agora que o vento chegou a 230 quilómetros por hora naquela noite.
Nenhuma janela ou porta resistiu à fúria da água do mar, areia, pedras
e tudo o que encontrou no caminho. 
As chapas arrancadas aos telhados eram como punhais que entravam
dentro das casas.
Nossas casas tornaram-se piscinas e protegemo-nos com colchões
para não sermos atingidos por objetos e vidros estilhaçados das janelas.
(...)

LEIA MAIS EM - https://www.dn.pt/mundo/interior/a-situacao-que-se-vive-na-beira-e-sofal-e-catastrofica-e-dantesca-10701860.html

Fonte: Diário de Notícias


francisco-mensagem-arabes.jpg


Papa Francisco ao World Government Summit

Video message of Pope Francis to the World Government Summit

«não há desenvolvimento
sem solidariedade»


Texto na íntegra, em português:
Papa ao World Government Summit: não há desenvolvimento sem 

O evento

World Government Summit é um evento anual realizado em Dubai,
nos Emirados Árabes Unidos,
que reúne líderes de governo de todo o mundo para um diálogo global sobre
os processos e as políticas governamentais focados nos temas do futurismo, tecnologia e inovação, bem como outros tópicos.

O encontro de cúpula serve como um espaço para a troca de conhecimento
entre funcionários governamentais, líderes de pensamento, responsáveis
políticos e líderes do setor privado, e como plataforma de análise para
as tendências, as problemáticas e as oportunidades futuras da humanidade. 

O encontro reúne mais de 90 oradores de 150 países participantes
e conta com mais de 4000 participantes.

Fonte - Vatican News 2019.02.10











pe.jose-manuel-p-almeida-coordenadorn-p-da-saude-em-portugal.jpg



Portugal - Dia Mundial do Doente 2019

Entrevista à VATICAN NEWS do Coordenador Nacional
da Pastoral da Saúde - Pe. José Manuel Pereira de Almeida


A saúde não pode ser "um negócio"

Não podemos “enriquecer à custa do sofrimento dos outros, ou da doença, ou da aflição”. 

(...) O sacerdote e médico patologista reafirma a recomendação do papa
que pede profissionalismo na área da saúde,
e diz que tem de haver sempre “um critério de qualidade” na prestação
dos cuidados de saúde,
“mas também, para que o cuidar seja humano,
não pode ser despido de ternura”.


Veja o Texto na íntegra e Ouça a reportagem em:
Portugal/Dia Mundial do Doente: A saúde não pode ser "um negócio"



francisco-dia-mundial-do-doente-2019.jpg






















teresa de calcuta-2019.jpg




dia-mundial-do-doente-2019.jpg
                                                                
 
Cidade do Vaticano

Com o tema «Recebestes de graça, dai de graça» (Mt 10, 8),
foi publicada nesta terça-feira, 8 de janeiro, a mensagem do Santo Padre
para o Dia Mundial do Enfermo, a ser celebrado em 11 de fevereiro de 2019.

"Queridos irmãos e irmãs!

«Recebestes de graça, dai de graça» (Mt 10, 8):
estas são palavras pronunciadas por Jesus, quando enviou os apóstolos
a espalhar o Evangelho, para que, através de gestos de amor gratuito,
se propagasse o seu Reino.

Por ocasião do XXVII Dia Mundial do Doente, que será celebrado de modo solene em Calcutá, na Índia, a 11 de fevereiro de 2019,
a Igreja – Mãe de todos os seus filhos, mas com uma solicitude especial pelos doentes – lembra que o caminho mais credível de evangelização são gestos
de dom gratuito como os do Bom Samaritano.
O cuidado dos doentes precisa de profissionalismo e ternura, de gestos gratuitos, imediatos e simples, como uma carícia, pelos quais fazemos sentir ao outro
que nos é «querido». (...)

Aproveitando a circunstância desta celebração solene na Índia,
quero lembrar, com alegria e admiração, a figura da Santa
Madre Teresa de Calcutá,
um modelo de caridade que tornou visível o amor de Deus
pelos pobres e os doentes
. (...)

Exorto-vos a todos, nos vários níveis, a promover a cultura da gratuidade
e do dom, indispensável para superar a cultura do lucro e do descarte.

As instituições sanitárias católicas não deveriam cair no estilo empresarial,
mas salvaguardar mais o cuidado da pessoa que o lucro.
Sabemos que a saúde é relacional, depende da interação com os outros
e precisa de confiança, amizade e solidariedade;
é um bem que só se pode gozar «plenamente», se for partilhado.
A alegria do dom gratuito é o indicador de saúde do cristão.

A todos vos confio a Maria, Salus infirmorum.
Que Ela nos ajude a partilhar os dons recebidos com o espírito do diálogo
e mútuo acolhimento, a viver como irmãos e irmãs cada um atento
às necessidades dos outros, a saber dar com coração generoso,
a aprender a alegria do serviço desinteressado.

Com afeto, asseguro a todos a minha proximidade na oração
e envio-vos de coração a Bênção Apostólica.

Vaticano, Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, 25 de novembro de 2018".

Franciscus

Texto na íntegra: Mensagem do Papa para o Dia Mundial do Enfermo

Página anterior 

 

Franciscanas Missionárias de Maria © 2011. Todos os direitos reservados.