Maria da Paixão
Instituto FMM
As 7 Mártires e Assunta

Província
Instituto
Igreja
Mundo
Amigos FMM
Voluntariado
Pastoral Juvenil/ Vocacional
Abre e vê
Quem somos
O que fazemos
Onde estamos
Amoreira da Gândara Fratel Porto - Maria Missionária
Arcozelo Funchal - Santa Clara Porto - S. Francisco
Beja Funchal - São Jorge Porches
Braga Lisboa - Casa Provincial Setúbal
Bragança  Lisboa - Chelas V. N. de Santo André
Charneca Caparica Lisboa - Cristo da Boa Morte Vila de Rei
Coimbra   Lisboa - Olivais  

 

 


louvado-sejas



sao-francisco-de-assis-louva





JPIC - SOBRE O CUIDADO DA CASA COMUM


«LAUDATO SI’, mi’ Signore – Louvado sejas, meu Senhor»

laudato-si


CARTA ENCÍCLICA LAUDATO SI’
DO SANTO PADRE FRANCISCO

                               
Publicada a 18 de junho de 2015
 


São Francisco de Assis

10. Não quero prosseguir esta encíclica sem invocar um modelo belo e motivador. Tomei o seu nome por guia e inspiração, no momento da minha eleição para Bispo de Roma.

Acho que Francisco é o exemplo por excelência do cuidado pelo que é frágil e por uma ecologia integral, vivida com alegria e autenticidade.

É o santo padroeiro de todos os que estudam e trabalham no campo da ecologia,
amado também por muitos que não são cristãos.

Manifestou uma atenção particular pela criação de Deus e pelos mais pobres e abandonados. Amava e era amado pela sua alegria, a sua dedicação generosa, o seu coração universal.

Era um místico e um peregrino que vivia com simplicidade e numa maravilhosa harmonia com Deus, com os outros, com a natureza e consigo mesmo.

Nele se nota até que ponto são inseparáveis
a preocupação pela natureza,
a justiça para com os pobres,
o empenhamento na sociedade
e a paz interior.



Texto na íntegra: Português











sao-francisco-cantor-da-natureza

São Francisco de Assis
- Arauto da Criação



São Francisco de Assis

Cântico das Criaturas


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player


 




Altíssimo, omnipotente e bom Senhor

Poema - Adaptação do Cântico das Criaturas de São Francisco de Assis
Música - P. Mário Silva, ofm


justica






paz-luz







integridade-da-criacao


JPIC = Justiça - Paz - Integridade da Criação



"Eu vim para que tenham VIDA
e a tenham em abundância."


João 10, 10b



"Desenvolvimento é o novo nome da PAZ

Combater a miséria e lutar contra a injustiça,
é promover não só o bem-estar
mas também o progresso humano e espiritual de todos
e, portanto, o bem comum da humanidade.

A PAZ não se reduz a uma ausência de guerra,
fruto do equilíbrio sempre precário das forças.
Constrói-se, dia a dia, na busca de uma ordem querida por Deus,
que traz consigo uma
JUSTIÇA mais perfeita entre os homens." (PP 76)

«[...]
Acende, sempre acesos deixa
em ti
, e noutros também,
os interrutores da Paz,
aqueles marcados de amor,
serenidade, verdade,
felicidade, ternura,
compreensão, amizade,
e tolerância também.

[...]
Pede a Deus o grão milagre
para que a terra que pisas
seja o Planeta da Paz.
E canta co'a Humanidade,
alto e numa só voz
"Que haja Paz nesta Terra
e que ela comece comigo"»

                                 Robert Murray

  
A Salvaguarda da Criação e a realização da Paz
são realidades intimamente ligadas entre si.



"A crise ecológica manifesta a urgência de uma solidariedade que se projecte no espaço e no tempo" , 8.

Bento XVI, Mensagem do Dia Mundial da Paz - 1 de Janeiro de 2010
SE QUISERES CULTIVAR A PAZ, PRESERVA A CRIAÇÃO - Português


«Quando a “ecologia humana”é respeitada dentro da sociedade, beneficia também a ecologia ambiental», 51.

Bento XVI, Carta enc. Caritas in veritate -
Português

"Um papel de sensibilização e formação compete de modo particular
aos vários sujeitos da sociedade civil e às organizações não-governamentais, empenhados com determinação e generosidade
na difusão de uma responsabilidade ecológica,
que deveria aparecer cada vez mais
ancorada ao respeito pela «ecologia humana.

Além disso, é preciso lembrar a responsabilidade dos meios de comunicação social neste âmbito, propondo modelos positivos que sirvam de inspiração", 11.

Messaggio per la celebrazione della XLIII Giornata Mondiale della Pace,
Benedetto XVI
- Português




jesus-sinagoga-nazare
























francisco-porta-santa

Francisco diante da Porta Santa, na Basílica de São Pedro, durante a celebração para a leitura e entrega da Bula de convocação do Jubileu da Misericórdia

Jesus, na Sinagoga de Nazaré, proclama a Sua Missão


«O Espírito do Senhor está sobre mim,
porque me ungiu para anunciar a Boa-Nova aos pobres;
enviou-me a proclamar a libertação aos cativos
e, aos cegos, a recuperação da vista;
a mandar em liberdade os oprimidos,
a proclamar um ano favorável da parte do Senhor.»


Lucas 4, 16-21


Somos peregrinos, chamados e enviados em Missão




Peregrino da Vida e da Esperança
Poema - Maria Rosária Nunes, fmm
Música - P. Mário Silva, ofm



«A peregrinação é um sinal peculiar no Ano Santo, enquanto ícone do caminho
que cada pessoa realiza na sua existência.

A vida é uma peregrinação e o ser humano é viator, um peregrino que percorre uma estrada até à meta anelada.

Também para chegar à Porta Santa, tanto em Roma como em cada um dos outros lugares, cada pessoa deverá fazer, segundo as próprias forças, uma peregrinação.

Esta será sinal de que a própria misericórdia é uma meta a alcançar que exige empenho e sacrifício.
Por isso, a peregrinação há-de servir de estímulo à conversão:

ao atravessar a Porta Santa, deixar-nos-emos abraçar pela misericórdia de Deus e comprometer-nos-emos a ser misericordiosos com os outros como o Pai o é connosco.»

Papa Francisco

Bula de proclamação do Jubileu Extraordinário
da Misericórdia - Misericordiae Vultus -
Português



francisco-fabrica-da-paz






francisco-com-criancas



Vaticano: 7 mil crianças encontraram-se, hoje, com o Papa 

11 de Maio de 2015

7 mila bimbi de "La fabbrica della pace"
incontrano il Papa l’11 maggio





Foi transmitida em direto esta iniciativa da «Fábrica da Paz».
Objetivo: interligar Igreja e sociedade civil em favor dos mais novos.

O Papa Francisco “fica sempre feliz por pode falar com as crianças”,
explicou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi
.

“"O Papa fala de um pacto educativo entre as famílias, a escola, a sociedade, realidade comunitária muito ampla para educar”, concluíu.

O padre Federico Lombardi, sacerdote jesuíta, sublinhou a missão
de «a Fábrica da Paz» como muito importante por
permitir que as crianças de diferentes raças e religiões,
nas escolas e na sociedade,
sejam “educadas para a paz com métodos adequados”.


arrabida

























cardos


A Serra da Arrábida

"O mais difícil não é ir à Arrábida […]
Difícil, difícil, é entendê-la […]; o que não há em toda a parte é a religiosidade que dá à Serra da Arrábida elevação e sentido.

Sabe-se lá se o alor místico lhe vem da origem,
se lho deixaram – inefável herança! – os franciscanos do seu Convento? […]

Quando, de rosado, começa a arroxear-se o horizonte, a Serra é um vulto de sombra parado a meio do silêncio. […]

Se a Lua surgir, o mato começa a desenhar no chão arabescos
que já sabemos ler; […]

[…] somos a grande porta que se fecha sobre a Serra para a Serra dormir, pela noite longa e azulada de Estrelas, na sua meditação que já dura séculos. […]”

Sebastião da Gama




Sebastião da Gama,,
ao cantar as maravilhas da Serra da Arrábida,
denuncia o nosso relacionamento agressivo com a Natureza.

"Os engenheiros vieram,
mediram, olharam…
Havia árvores velhas…
Mandaram deitar abaixo
e os homens deitaram.
Sem lamentos, sem ais,
as árvores caíram…

Mas os engenheiros não puseram mais;
em seu lugar apenas
três cardos enfezados refloriram.


E os cardos vis são gritos de revolta
das sombras errantes pelo Ar;
das sombras que tinham por abrigos
aqueles freixos antigos
que o machado foi matar.

As sombras gritam, mas os engenheiros
Não põem freixos novos no lugar."

Sebastião da Gama

Poema inédito
( Não publicado em Livro )


 

globo-continentes

















































fernandopessoa




















paulo-vi-papa


O planeta TERRA és tu‏

«FAÇA-SE» disse Deus. E assim aconteceu.
« Deus, vendo toda a sua obra, considerou-a muito boa.» (Génesis 1, 31)

O Criador entregou em nossas mãos a obra começada, para dela cuidarmos.
A Criação é um dom, em constante evolução,
que deve ser preservado com amor
e colocado ao serviço do bem comum e desenvolvimento de todos os seres.

"Nas suas páginas iniciais, o livro do Génesis introduz-nos no projecto sapiente do cosmos, fruto do pensamento de Deus, que, no vértice, colocou o homem e a mulher, criados à imagem e semelhança do Criador, para «encher e dominar a terra» como «administradores» em nome do próprio Deus" (cf.Gn 1, 28).

Bento XVI -1 de Janeiro de 2010 - Português




PRECE 

Senhor, que és o céu e a terra, que és a vida e a morte!
O sol és tu e a lua és tu e o vento és tu!
Tu és os nossos corpos e as nossas almas
e o nosso amor és tu também.
Onde nada está tu habitas
e onde tudo está - (o teu templo) - eis o teu corpo. 

Dá-me alma para te servir e alma para te amar.
Dá-me vista para te ver sempre no céu e na terra,
ouvidos para te ouvir no vento e no mar,
e mãos para trabalhar em teu nome. 

Torna-me puro como a água e alto como o céu.
Que não haja lama nas estradas dos meus pensamentos
nem folhas mortas nas lagoas dos meus propósitos.
Faze com que eu saiba amar os outros como irmãos
e servir-te como a um pai.  [...] 




  • " Prece " - Fernando Pessoa ( Na voz de Maria Bethânia )


Minha vida seja digna da tua presença.
Meu corpo seja digno da terra, tua cama.
Minha alma possa aparecer diante de ti
como um filho que volta ao lar. 

Torna-me grande como o Sol,
para que eu te possa adorar em mim;
e torna-me puro como a lua,
para que eu te possa rezar em mim;
e torna-me claro como o dia
para que eu te possa ver sempre em mim
e rezar-te e adorar-te. 

Senhor, protege-me e ampara-me.
Dá-me que eu me sinta teu.
Senhor, livra-me de mim.

Fernando Pessoa

.




A NATUREZA FALA-NOS! OUÇAMOS A SUA VOZ.

RESPEITEMOS A SUA MISSÃO.

COMPROMETAMO-NOS A PRESERVÁ-LA E VALORIZÁ-LA
AO SERVIÇO DO BEM COMUM,
CONSTRUINDO A JUSTIÇA, A PAZ E A INTEGRIDADE DA CRIAÇÃO.



APELO: Unamos as nossas forças espirituais, morais e materiais, a fim de
« educar os jovens para a justiça e a paz », 6.

Benedetto XVI -
Português


Página seguinte 
                                                     Página anterior


                                                 

Franciscanas Missionárias de Maria © 2011. Todos os direitos reservados.