Maria da Paixão
Instituto FMM
As 7 Mártires e Assunta

Província
Instituto
Igreja
Mundo
Amigos FMM
Voluntariado
Pastoral Juvenil/ Vocacional
Abre e vê
Quem somos
O que fazemos
Onde estamos
Amoreira da Gândara Fratel Porto - Maria Missionária
Arcozelo Funchal - Santa Clara Porto - S. Francisco
Beja Funchal - São Jorge Porches
Braga Lisboa - Casa Provincial Setúbal
Bragança  Lisboa - Chelas V. N. de Santo André
Charneca Caparica Lisboa - Cristo da Boa Morte Vila de Rei
Coimbra   Lisboa - Olivais  

 

 




ministro-provincial-ofm


Frei Armindo de Carvalho 
Ministro Provincial ofm 
















Notícias da Província FMM de Portugal


Capítulo Provincial da OFM

De 28 de Março, segunda feira da oitava da Páscoa 2016,
a 02 de abril, os franciscanos da Província Portuguesa,
da Ordem dos Frades Menores (ofm),

estiveram reunidos em Capítulo Provincial.

Este acontecimento eclesial decorreu no Convento de São Boaventura,
em Montariol (Braga), congregou 42 irmãos, representantes de todos
os demais irmãos, e foi presidido por frei Francisco Oliver Alcón, da Província
da Imaculada Conceição (Espanha), como delegado do Ministro Geral da OFM.

O dia 31 de março foi dedicado à eleição
do Ministro Provincial e do Definitório (Conselho). 


definitorio--ofm

Da esquerda para a direita:
Frei Francisco Sales, Frei Bruno Peixoto, Frei Domingos do Casal Martins,
Frei Francisco Oliver Alcón, Frei Armindo de Carvalho,
Frei Hermínio Araújo, Frei José Morais, Frei Isidro Lamelas

Nós, Franciscanas Missionárias de Maria da Província de Portugal,
louvamos o Senhor e confiamos ao Espírito de Deus
esta nova caminhada dos nossos Irmãos
«voltados para um futuro sempre a acontecer,
a realizar a sua vocação específica de peregrinos mendicantes de sentido,
a exemplo de São Francisco de Assis».

 


santa-pascoa2016















PÁSCOA 2016 - 27 de Março







A luz de Cristo Ressuscitado ilumina a terra inteira e transforma os corações




As Franciscanas Missionárias de Maria,
da Província de Portugal, desejam-vos uma Páscoa plena de

LUZ, PAZ E ALEGRIA de CRISTO RESSUSCITADO.

 



24horas-para-o-senhor-2016

custodia






















adoracao-eucaristia


24horas



O Papa Francisco convidou as dioceses de todo o mundo a aderirem
à iniciativa «24 horas para o Senhor»,
iniciativa "a ser celebrada na sexta-feira e sábado que precedem o IV Domingo
da Quaresma",
com a finalidade de permitir "a reaproximação do sacramento da Reconciliação" por parte dos fiéis.

O Papa encoraja os crentes a se organizarem de modo a fazer desta experiência
 "o caminho para voltar para o Senhor, para viver um momento de intensa oração e redescobrir o sentido da própria vida".
(Bula Misericordiae Vultus 17)

«De volta, sexta-feira e sábado, “24 horas para o Senhor”.
A iniciativa, que este ano chega à terceira edição, nasceu com o intento de recolocar no centro a importância da oração, da adoração eucarística
e o do dom do sacramento da Reconciliação.

“24 horas para o Senhor” representa uma ocasião aberta a todos, até tarde à noite, no coração de nossas cidades, para haurir a misericórdia de Deus
– diz um comunicado do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, dicastério vaticano responsável pela organização do Jubileu extraordinário da Misericórdia.»

Cidade do Vaticano (RV)




Também as Franciscanas Missionárias de Maria aderiram,
com fé e entusiasmos, a esta iniciativa.


24horas-capelafmm



"A Eucaristia é o centro da nossa vida.


A nossa participação no sacrifício de Cristo,

que se prolonga na adoração eucarística, impregna a nossa existência

de louvor, de oferenda e de intercessão."



(Constituições fmm 9)

 

 


provinciais-portuguesas











herminia-conselho-provincial

Visita da Superiora Geral

2015-visita-geral-a-portugal
               Superiora Geral fmm
               Irmã Françoise Massy
                Conselheira Geral
                Irmã Ana Filomena

No dia 15 de Novembro de 2015, à tarde, a Superiora Geral,
acompanhada de uma Conselheira Geral, chegou à Casa Provincial
tendo por finalidade uma breve visita de trabalho.


O acolhimento foi feito na Capela de Santo António do Centenário,
por todas as Irmãs desta comunidade, em oração de louvor e gratidão.

Estavam também presentes:

as provinciais portuguesas - 1.ª foto.
Da direita para a esquerda, as Irmãs: Hermínia Coelho Lopes; Luísa Baltazar;
Celeste Lúcio; Deolinda Machado: Rosária Nunes; Lurdes Alves.

o novo conselho provincial - 2.ª foto
Da esquerda para a direita, as Irmãs: Ana Maria Santos; Conceição Arantes; Hermínia Coelho Lopes; Fernanda Martins; Maurícia Fernandes.

No dia 16, a Irmã Françoise Massy teve um encontro com a Superiora Provincial,
Irmã Maria Hermínia Coelho Lopes, que assumira este ministério
a 31 de Outubro de 2015.

Durante o resto do dia, a Superiora Geral e a Irmã Ana Filomena
estiveram reunidas com a irmã Provincial e seu Conselho, tendo como agenda
a partilha da Vida e Missão do Instituto e da Província.

No dia 17, de manhã, as Irmãs Françoise Massy e Ana Filomena regressaram
à casa generalícia, Roma.

Aqui fica a gratidão de todas as Irmãs da Província de Portugal,
em comunhão corresponsável, num abraço de Paz e Bem.

 



herminia






transmissao-da-chama










PASSAGEM DO TESTEMUNHO

Após caminhada de discernimento no Espírito, sondagem e votação,
terminou o Processo de eleição da Superiora Provincial do Instituto
das Franciscanas Missionárias de Maria, em Portugal
.

Assume este ministério, a Irmã
Maria Hermínia Coelho Lopes


31 de Outubro 2015, na Capela da Casa Provincial, Lisboa, em Assembleia de Irmãs, numa celebração maravilhosa nos seus conteúdos e afetos, realizou-se a Passagem do Testemunho - Transmissão da Chama.

Cântico:
Chama de fogo - presença de Deus

Chama de fogo - força do Espírito
Chama de fogo - paixão pela missão
Reaviva o dom de Deus que está em ti.

No princípio era o Verbo! Ele é a LUZ! Ele é a Vida! Ele é a Paz!

Eis a chama!
Chama de vida, de serviço
Chama do Espírito!

Eis a chama!
Cristo vivo, Cristo Luz!
Fogo a dinamizar a vida e missão!

Eis a chama!
dom concedido a Maria da Paixão
Chama que transforma, que desafia, que envia ao mundo.

Eis a chama!
em cada FMM a testemunhar, a viver
Consagração / missão.

Refrão:
Senhor, Tu és a Luz
que ilumina a terra inteira,
Tu és a Luz,
que ilumina a nossa vida.


O Programa deste dia constou de:


1. Sintese da caminhada da Província, apresentada pela Irmã Maria de Lurdes Farinha Alves, em atitude de gratidão/ação de graças a Deus e às Irmãs, e como introdução ao Hino, entoado por toda a Assembleia, em sinal de compromisso:
Nova é a caminhada.

Refrão:
«Nova é a caminhada / o sol e o amanhecer
              vida nova madrugada / a vida sempre a nascer»


2. Transmissão do Testemunho
3. Mensagem da nova Superiora Provincial
4. Eucaristia presidida pelo Padre Victor Melícias, Superior Provincial da Ordem dos Frades Menores
5. Almoço de confraternização.







constituicoes-fmm


Processo de eleição da Superiora Provincial



Caminhada de discernimento



2015 - O Instituto das Franciscanas Missionárias de Maria deu início
ao Processo de eleição da Superiora Provincial.


«Antes da sua eleição, as irmãs da província são consultadas
segundo as modalidades determinadas
nos estatutos provinciais». (const. 151)

«A superiora geral anuncia a abertura da consulta
em vista da eleição da superiora provincial
e fixa a data em que lhe devem chegar os resultados.


A partir deste anúncio e ao longo de todo o processo,
a província entra numa caminhada de discernimento». (c 50)





servico2

Timoneiro - Missão de Serviço


BENDITO O QUE VEM EM NOME DO SENHOR!


Para louvar-Te, Senhor,
Na alegria e na dor,
Ensina-me a contemplar
E a interiorizar,
Em meu coração pecador,
Tua heróica doação,
Expressão do Teu amor,
Feito silêncio e perdão,
Por quem te insulta e ofende,
Fiel servo sofredor,
Que carregas, inocente,
Para libertar e salvar
Este mundo pecador,
Onde me sinto também,
Querendo aprender, contigo,
A semear paz e bem,
A todos, sem distinção,
E a amar o inimigo,
Que também é meu irmão.

Prepara meu coração
E desperta meus ouvidos,
Para acolher a Palavra,
Como chuva que, em mim, caia,
Fazendo germinar a semente
Do amor puro e inocente,
Que se dá a toda a gente,


Anima os desfalecidos
E alenta os abatidos,
Com a força da Tua graça,
Jorrando gratuitamente,
Da fonte do Teu amor,
Para dessedentar quem passa,
Seja pobre ou pecador.

Porque és o Deus dos vivos,
E, em Jesus, Teu amado Filho,
Te revelaste a salvar
Os tristes e oprimidos,
Quero levar o Teu nome,
A todo o que tenha fome
De justiça e liberdade,
De paz, ternura e bondade,
Pondo, em Ti, minha esperança,
Minha fé e confiança,
Se surgir a tempestade,
Porque és Luz no nevoeiro
E conduzes minha barca,
Com Tua mão de Timoneiro.


Maria Lina da Silva, fmm
Lisboa, 29-03.2015


capuchinhos_em_fatima












Capuchinhos, ofm, em Portugal


capuchinhos_ofm_60_50


Jornada da Família Capuchinha

Fátima, 28 de Junho de 2015

Objetivo:
celebrar e partilhar com os leigos o “mesmo espírito, ideal e missão”.

Falando no Programa Ecclesia, o Ministro Provincial dos Capuchinhos em Portugal, frei Fernando Alberto Cabecinhas, afirmou:

“Pela primeira vez vamos tentar reunir esta família numa peregrinação nacional.
O motivo é celebrarmos o mesmo carisma, o mesmo espírito, a mesma missão um pouco na linha do que o Papa Francisco lembrava na carta aos religiosos, para o Ano da Vida Consagrada, que à volta de cada família cada congregação há uma família mais alargada constituída sobretudo por leigos”.




Vídeo - agenciaecclesia


Na celebração de todos estes acontecimentos,
nós, Província Portuguesa do Instituto das Franciscanas Missionáriasde Maria,
estamos em comunhão com os nossos irmãos Capuchinhos,

em festa e atitude de ação de graças.



familia-fmm



























fogo-chama

hino-do-centenario1

Clique na partitura, se a quiser imprimir

A Província Portuguesa do Instituto das Franciscanas Missionárias de Maria celebra o Ano da Vida Consagrada



familia-fmm-2


Assembeia
- Lisboa, 27 de Junho de 2015

Objetivo: celebrar, como Província FMM, o Ano da Vida Consagrada.


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player







Hino do Centenário

Celebrando, hoje a nossa história / nos caminhos da vida e da Missão,
levaremos mais longe a viva chama / qu'nos deixou Maria da Paixão
 
Com Fé e audácia vamos viver / os ideais da Fundadora,
sempre empenhadas e criativas / para uma acção libertadora

Missão profética eis a resposta / no nosso mundo a acontecer
sendo verdade e caridade / qual fogo novo sempre a arder.

Texto - Equipa fmm

Música - Maria Augusta Faria, fmm



barrinha.gif


Nesta Assembleia, participaram oitenta e oito irmãs das que integram
as vinte e uma Comunidades fmm, em Portugal.


Foi um dia bem preenchido e vivido, das 10:00 às 18:00 horas.
Após o acolhimento mútuo, unimo-nos em
Oração.

Depois:
Tema - Testemunhas credíveis da Alegria do Evangelho

Eucaristia presidida pelo P. Vitor Melícias, Ministro Provincial OFM
Almoço

Tarde de convívio, diálogo e partilha - Vida e Missão das Comunidades

Oração final
Encerramento - Palavra da Superiora Provincial, Maria de Lurdes Farinha Alves

Lanche e despedida



LOUVADO SEJAS, Ó SENHOR, PELA VIDA QUE PARTILHAMOS
na certeza de que


«quando o coração está verdadeiramente aberto a uma comunhão universal, nada e ninguém fica excluído desta fraternidade».

(Papa Francisco - em Laudato si' - Português - 92)





francisco-com-franciscanos










michael-juramento







O Papa Francisco com os Franciscanos

26 de Maio de 2015

Após a reeleição de frei Michael Perry como superior geral da ordem,
o Papa Francisco recebeu 200 religiosos da Ordem dos Frades Menores.

Nesta audiência, Francisco disse aos Capitulares:

“Vós herdastes uma autoridade no povo de Deus com a menoridade,
com a fraternidade, com a mansidão, com a humildade, com a pobreza.

Por favor, conservai-a, não a percais.
O povo gosta de vós, ama-vos". 

Da Regra de São Francisco, o Papa sublinhou:

“Aconselho, admoesto e exorto os meus frades no Senhor Jesus Cristo que, quando vão pelo mundo, não litiguem nem contendam com palavras, nem julguem os outros; mas sejam amáveis, pacíficos e modestos, mansos e humildes, falando a todos honestamente...
e em qualquer casa em que entrem, digam primeiro: Paz a esta casa”.




Frei Michael Perry - reeleição


21 de Maio de 2015


As Franciscanas Missionárias de Maria, da Província de Portugal,
unem-se à ação de Graças da Ordem dos Frades Menores
pela
reeleição do Frei Michael Anthony Perry
para Ministro Geral.



capitulo-geral-ofm


Reunidos em Capítulo Geral, em Santa Maria dos Anjos (Assis),
os frades capitulares,
logo no 1.º escrutínio - por 109  votos (foram 126 votantes),

reelegeram Frei Michael,
confiando-lhe a Missão de conduzir a Ordem dos Frades Menores
nos próximos seis anos.

Louvado seja o Espírito de Deus
que a todos conduz por caminhos de Paz e Bem!








francisco-avos-netos2

A velhice é uma vocação!






















francisco-papa-evangelho
































francisco-dialogo-entre-geracoes



























francisco-e-bento-em-oracao


francisco-e-bento-xvi


PAPA FRANCISCO
AUDIÊNCIA GERAL
Quarta-feira, 11 de Março de 2015

Caros irmãos e irmãs, bom dia!

Na catequese de hoje continuemos a meditar sobre os avós, considerando o valor e a importância do seu papel na família. Faço-o identificando-me com estas pessoas, porque também eu pertenço a esta faixa etária.
Quando estive nas Filipinas, o povo filipino saudava-me dizendo: «Lolo Kiko»
— ou seja, avô Francisco — «Lolo Kiko», diziam! 


Em primeiro lugar, é importante sublinhar algo: é verdade que a sociedade tende a descartar-nos, mas certamente não o Senhor.
O Senhor nunca nos descarta! Ele chama-nos a segui-lo em todas as fases da vida, e inclusive 
a velhice recebe uma graça e uma missão,
uma verdadeira vocação do Senhor.
A velhice é uma vocação!

Ainda não chegou o momento de «nos resignarmos». Sem dúvida, este período da vida é diferente dos precedentes; devemos também «inventá-lo» um pouco porque, espiritual e moralmente, as nossas sociedades não estão prontas para lhe conferir, a este momento da vida, o seu pleno valor. 
[...]

Observemos Bento XVI, que quis passar na oração e na escuta de Deus a última fase da sua vida! Isto é bonito!

Um grande crente de tradição ortodoxa do século passado, Olivier Clément, dizia:
«Uma civilização na qual já não se reza é uma civilização onde a velhice não tem mais sentido. E isto é terrificante!

Antes de tudo, temos necessidade de idosos que rezem, porque a velhice nos é concedida para isto».
Precisamos de anciãos que orem, pois a velhice nos é oferecida precisamente para isto. A oração dos idosos é bonita!
[...]
Podemos ensinar aos jovens demasiado apaixonados por si mesmos que há mais alegria em dar do que em receber.
Os avôs e as avós formam o «coral» permanente de um grande santuário espiritual, onde a oração de súplica e o canto de louvor sustentam a comunidade que trabalha e luta no campo da vida.
[...]
Como gostaria de uma Igreja que desafia a cultura do descartável com a alegria transbordante de um novo
abraço entre jovens e idosos!
E é isto, este abraço, que hoje peço ao Senhor!



Audiência Geral de 11 março 2015: La Familia - 7 Português

Arabo - Francese - Inglese - Italiano - Polacco - Spagnolo - Tedesco ]


francisco-avos-netos


PAPA FRANCISCO
AUDIÊNCIA GERAL
Quarta-feira, 4 de Março de 2015

Prezados irmãos e irmãs, bom dia!

[...] Graças aos progressos da medicina, a vida prolongou-se: mas a sociedade não se «ampliou» à vida! O número de idosos multiplicou-se, mas as nossas sociedades não se organizaram suficientemente para lhes deixar espaço, com o justo respeito e a concreta consideração pela sua fragilidade e dignidade.

Enquanto somos jovens, somos levados a ignorar a velhice, como se fosse uma enfermidade da qual nos devemos manter à distância;
depois, quando envelhecemos, especialmente se somos pobres, doentes e sós, experimentamos as lacunas de uma sociedade programada sobre a eficácia que, consequentemente, ignora os idosos. Mas os idosos são uma riqueza,
não podem ser ignorados!
[...]

Nós, idosos, somos todos um pouco frágeis. No entanto, alguns são particularmente débeis, muitos vivem sozinhos, marcados por uma enfermidade. Outros dependem de curas indispensáveis e da atenção dos outros.
Daremos por isso um passo atrás, abandonando-os ao seu destino?

Uma sociedade sem proximidade, onde a gratuitidade e o afago sem retribuição
— inclusive entre estranhos — começam a desaparecer, é uma sociedade perversa.

Fiel à Palavra de Deus, a Igreja não pode tolerar estas degenerações. Uma comunidade cristã em que a proximidade e a gratuitidade deixassem de ser consideradas indispensáveis perderia juntamente com elas também a sua alma.
Onde não há honra pelos idosos não há porvir para os jovens.


Audiência Geral de 4 de março de 2015 - Português

Alemão - Árabe - Espanhol - Francês - Inglês - Italiano - Polonês ]



francisco-com-idosos-e-avos

DISCURSO DO SANTO PADRE
Praça de São Pedro
Domingo, 28 de Setembro de 2014


Queridos irmãos e irmãs, bom dia!

Agradeço-vos por terdes vindo em tão grande número! E obrigado também pela festosa recepção: hoje é a vossa festa, a nossa festa!
Agradeço a D. Paglia e a todos aqueles que a prepararam.

Agradeço especialmente ao Papa Emérito Bento XVI pela sua presença.
Disse já inúmeras vezes que gostava muito de o ter a morar aqui no Vaticano, porque era como ter o avô sábio em casa. Obrigado!

[...]
Um povo que não guarda os avós e não os trata bem
é um povo que não tem futuro!
Porque não tem futuro?
Porque perde a memória, e se separa das próprias raízes.


Mas atenção!
Vós tendes a responsabilidade de manter vivas estas raízes
em vós mesmos!
Com a oração, a leitura do Evangelho, as obras de misericórdia.


Assim, permanecemos como árvores vivas, que, mesmo na velhice,
não cessam de dar fruto.

Uma das coisas mais belas da vida de família, da nossa vida humana
de família, é acariciar uma criança e deixar-se acariciar por um avô
e por uma avó.
Obrigado!



Encontro do Papa com idosos na Praça de São Pedro (28 setembro 2014)

[Arabo - Francese - Inglese - Italiano - Polacco - Português Spagnolo - Tedesco]



img/irma-salvacao1










































irma-salvacao-e-d-carrilho


UMA VIDA AO SERVIÇO DA MISSÃO


A Irmã Salvação, Franciscana Missionária de Maria (fmm),
nasceu em 1911, no Fundão.

Foi Batizada com o nome de Alice da Conceição Nascimento Dias.

Entrou no Noviciado fmm aos 20 anos, em Arcozelo, Barcelos, .

No passado dia 31 de Dezembro de 2014,
a Irmã Maria de Lurdes Farinha Alves, Superiora Provincial fmm,
e todas as fmm das duas comunidades residentes na Madeira uniram-se
à Irmã Salvação e celebraram com alegria os seus cento e quatro anos de vida.

É ocasião propícia para, à maneira de visita guiada,
evocarmos o seu percurso como fmm.



O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player





Após os votos religiosos, foi abrir o Jardim de Infância
no Hospital de Crianças Maria Pia, Porto.

Depois, rumou à Suíça fazer um Curso de Bordados
para ser Directora de um Atelier em Macau.

A viagem como a missão no Oriente foi atribulada por ter acontecido durante
a 2.ª Grande Guerra. Como Portugal ficou neutro, Macau também se tornou
espaço de refúgio para os países vizinhos.

A Irmã Salvação trabalhou num Infantário com crianças portuguesas, inglesas e chinesas. Recorda, com dor, os muitos refugiados que apoiava, mas que viu morrer por causa da fome. Sintetiza a situação:
“Havia muita miséria, muita fome, muita morte. Vinham revoltados”.

De regresso à Europa, foi colocada em Lisboa, no Internato e semi-Internato da Assistência Infantil da Freguesia de Santa Isabel, na Rua do Patrocínio, onde continuou a trabalhar com crianças.

Novo desafio: a Madeira, para trabalhar no Jardim Infantil, fundado pelas fmm da comunidade residente no Convento de Santa Clara, no Funchal.

Enviada à Paróquia de São Gonçalo,  dedicou-se à evangelização (1974-1991). Recorda essa época como «a mais fecunda da sua vida».

Com igual missão, recebeu envio para a Comunidade de S. Jorge - Funchal.

Ao completar 96 anos, quando as forças começaram a diminuir,
voltou a Santa Clara onde reside, mantendo a lucidez e o sorriso
que lhe é peculiar, em missão de oração e acolhimento fraterno,
ao serviço da vida e da esperança.

Em 2011, a festa do Centenário foi uma surpresa.
Veio a Irmã Lurdes Alves, Provincial, vieram Irmãs de outras Comunidades, alguns Padres, e, na hora da Eucaristia, a Irmã Salvação ficou ainda mais feliz:

«Não contava com o Senhor D. António Carrilho, Bispo do Funchal, nem com tanta gente das paróquias por onde passei ao serviço da Missão» - exclamou.

D. António Carrilho, na homilia da Eucaristia, disse que o testemunho da Irmã Salvação fala mais alto que todas as palavras. .
Terminou fazendo um pedido: ‘Irmã, continue a rezar por nós!’.

No final, em momento de acção de graças, a Irmã Salvação proclamou
ao microfone a sua profunda gratidão a Deus a quem entregara toda a sua vida,
às irmãs e irmãos com quem viveu, vive e quer continuar a servir
até ao fim da sua Missão.


Página seguinte                                                                    Página anterior







Franciscanas Missionárias de Maria © 2011. Todos os direitos reservados.