Maria da Paixão
Instituto FMM
As 7 Mártires e Assunta

Província
Instituto
Igreja
Mundo
Amigos FMM
Voluntariado
Pastoral Juvenil/ Vocacional
Abre e vê
Quem somos
O que fazemos
Onde estamos
Amoreira da Gândara Fratel Porto - Maria Missionária
Arcozelo Funchal - Santa Clara Porto - S. Francisco
Beja Funchal - São Jorge Porches
Braga Lisboa - Casa Provincial Setúbal
Bragança  Lisboa - Chelas V. N. de Santo André
Charneca Caparica Lisboa - Cristo da Boa Morte Vila de Rei
Coimbra   Lisboa - Olivais  

 

 


jesus-cristo


Pastoral Juvenil/vocacional



Caminhada vocacional




Na nossa caminhada vocacional,
«também nos deixamos formar
pelas experiências e intercâmbios (Mc 6,30)
próprios do serviço de evangelização,
pelos acontecimentos da nossa vida e do nosso tempo.


À luz da Palavra, refletimos neles
e assim aprendemos a amar mais a Deus
e aos irmãos»

(Constituições fmm 94).


logotipo-institutofmm-missao
Missão profética, hoje

Missionárias portuguesas fmm ad gentes


"Continuar a missão de Cristo,
enviado do Pai com a força do Espírito
para levar a Boa Nova aos pobres,
é a vocação missionária de todo o povo de Deus.



O mesmo Espírito,
que levou Cristo a assumir as condições sociais e culturais
do seu meio e do seu tempo,
leva-nos a inderir-nos ao serviço da evangelização,
como comunidade de consagradas.



Esta resposta,
manifestação do Amor de Deus e da sua presença,
concretiza-se

pelo anúncio de Jesus Cristo:

testemunho de vida

e proclamação da Palavra."



Constituições fmm 34, 36.e 38



                                                        







pescador do lago


PESCADOR do Lago da Galileia

a grande pesca





       
                                             

sara-na-argentina


Sara Renca - 2016

Salta, Argentina, celebra «el Milagro»

sara-festa-argentina


Há quase um ano que cheguei a Salta, faltam apenas alguns dias
para o completar.
É um bom pretexto para revisitar um dos momentos significativos do muito
que já vivi aqui nesta bela cidade do norte argentino.

O Povo saltenho é um Povo de grandes convicções e tradições religiosas.
Expressa-as de variadíssimas formas, mas a mais significativa é sem dúvida
a Festa «del Milagro», que se celebrou no dia 15 de Setembro.


Os preparativos desta grande efeméride começaram muito antes,
mal se anunciava a primavera.
Nessa altura, as imagens «del Señor y de la Virgen del Milagro» deixaram os lugares que habitualmente ocupam durante o ano na zona lateral da Catedral,
e foram colocadas bem à frente, em dois imponentes tronos,
engalanados com grande esplendor, dando inicio ao «Tempo do Milagre».

(...)

Esta expressão de fé por parte do Povo de Salta
é uma das mais emblemáticas de todo o país.


E de ano para ano vem aumentando o número de peregrinos que chegam
à cidade para o «Milagre».
Não há dúvida que o «Milagre» está inscrito no ADN deste Povo,
marca indelevelmente a sua idiossincrasia.

Inculturação, neste contexto, significa, obrigatoriamente, participar desta grande manifestação de fé e gratidão pela grande misericórdia que Deus tem
para com os seus filhos.



Sara Renca, fmm

Clique aqui para ler o texto na integra
       
                                             

jesus-chama-pedro


Semana dos Seminários

Novembro: 06 a 13 de 2016

Chamamento dos primeiros discípulos (Mc 1,16-20; Lc 5,1-11; Jo 1,35-51)

Caminhando ao longo do mar da Galileia, Jesus viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André, que lançavam as redes ao mar, pois eram pescadores. Disse-lhes:
«Vinde comigo e Eu farei de vós pescadores de homens.»

E eles deixaram as redes imediatamente e seguiram-no.

Um pouco mais adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu,
e seu irmão João, os quais, com seu pai, Zebedeu, consertavam as redes,
dentro do barco.
Chamou-os, e eles, deixando no mesmo instante o barco e o pai, seguiram-no.


(Mateus 4, 18-22)


Fonte: Biblia online - www.capuchinhos.org/biblia








DISCURSO DO PAPA FRANCISCO
AOS PARTICIPANTES NO CONGRESSO INTERNACIONAL
DA PASTORAL VOCACIONAL
PROMOVIDO PELA CONGREGAÇÃO PARA O CLERO

Sala Clementina - Sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Texto em Português
       
                                             

ana-luisa8


Ana Luísa – 2016

Ecos de uma Presença entre os Muçulmanos


[…] Eu estive em missão na capital actual, Niamey, na animação da catequese
da paróquia catedral, Notre Dame du Perpetuel Secours.
Cerca de 380 catecúmenos e 67 catequistas em diferentes línguas: francês, zarma, fon, gun, mina, moré, gourmancema, nagot! Uma verdadeira torre de Babel!


Neste ano pastoral 2015-2016 tentámos, em equipa paroquial e com o apoio
da responsável da catequese da diocese, apostar na formação dos catequistas, ajudando a preparar sessões individuais, em grupo e em diocese.
O mais importante parece ser a formação do catequista, a fim de poder,
ele mesmo, viver aquilo que vai anunciar e ser assim testemunha.

[…] Um dos meus serviços «não oficiais» foi ajudar no acompanhamento de um ou outro jovem catecúmeno com problemas de diferentes tipos; através da escuta, da amizade, do trabalho em conjunto, foi possível ajudar o Senhor e os pais a tornar estes jovens mais felizes.

[…] Tudo isto e muito mais foi possível graças ao Senhor que nos sustentou em todas as alegrias e adversidades, na saúde e na doença.
Uma mediação importante e indispensável foi a comunidade na qual vivi este ano, «lugar de perdão e de festa», comunidade aqui imortalizada por esta foto
na nossa capela.

«L’amour de Dieu et du prochain est à Nazareth»
disait Marie de la Passion en parlant de l’esprit qui habitait Nazareth.
Que nous poussions dire:
l’amour de Dieu et du prochain est à Niamey,
malgré nos insuffisances et à cause de Sa miséricorde !

Ana Luisa dos Anjos Prego, fmm
Province du Burkina Faso, Togo, Niger


Clique aqui para ler o texto na integra


                                                        

isabel-balbino3


Isabel Balbino

Metanóia - 2016 - Quénia

Estou numa área nevrálgica de relações internacionais: Etiópia, Somália,
Sudão do Sul, Uganda, Burundi, Ruanda… e, claro está, Quénia.

Não há muitos dias, uma reunião para consolidar o processo de paz
interfronteiras foi interrompida por um assassinato, em plena Eucaristia,
onde estava o nosso bispo Dominic (que está bem graças a Deus).

Nos próximos tempos esperamos a chegada faseada de milhares de refugiados
(que tentam escapar ao emergente conflito do Sudão do Sul) a uma nova extensão do campo (Kakuma 4) e outros vindos de campos que estão a fechar.

A paz não é (só) uma questão de bom senso, não é um desejo comum,
não está nas prioridades públicas, não defende muitos interesses,
não é um bem adquirido…
É uma luta temerária e persistente de humanidade e, particularmente, de Evangelho.
E este último continua a ser escândalo para os ‘judeus’ e loucura para os ‘gentios’.

S. Paulo falava em metanóia, revisão de mentalidade que visa a conversão (talvez não tanto dos pecados que cometemos por fraqueza,
mas daqueles que cometemos por convicção).

CRISTO continua a ser um GRITO incógnito e incómodo mas INCONTORNÁVEL para a sanação do nosso Mundo.
Às vezes não Cristo a Pessoa Explícita - se o ambiente é não cristão - mas
sempre CRISTO a Proposta Implícita (Natureza das suas Relações).

Este é o SENTIDO PROFUNDO que encontro nas nossas incursões às Escolas
(do 1.º, 2.º e 3.º Ciclos – duas delas no campo de refugiados), pequenas comunidades cristãs, paróquias, e mais recentemente, num Abrigo especial
para refugiados em risco (dentro do campo) a pedido de um responsável
pelos JRS (Apoio Jesuíta aos Refugiados) onde alguns destes migrantes desesperam por quem lhes fale de Esperança.

Nunca reflecti tanto nos Profetas do (pré) Exílio (Jeremias, Ezequiel…) como agora!
É destas reflexões que levamos diariamente a crianças, jovens e maduros
(a par com a possível assistência alimentar, médica ou material)
que partilho um pouco nas próximas linhas.

Isabel Balbino
 
Clique aqui para ler o texto na integra

                                                        

jesus-chama


Vocação - Missão

A História de Um SIM


 

Vocação - «Antes de te haver formado no ventre materno, Eu já te conhecia;
antes que saísses do seio de tua mãe, Eu te consagrei e te constituí
profeta das nações.» (Jeremias 1,5)

Missão - «Irás aonde Eu te enviar e dirás tudo o que Eu te mandar».
(Jeremias 1, 7b)


                                                        

ana-luisa-missao


Ana Luisa no Burkina-Faso

Ecos de uma caminhada


No primeiro dia, o Senhor disse-me:
«Eu te envio à província do Burkina-Faso, Níger, Togo:
para a missão e seus riscos...!»

No segundo dia, o Senhor disse-me:
«despede-te deste povo, pois quero enviar-te de novo!»;

- «Senhor... mas ainda agora aqui cheguei...
mas Tu sabes, sou tua serva, ecce, fiat!;

- «Ana, Eu te envio à Igreja que está em Niamey (Níger)
para a missão e seus riscos!»

 

Clique aqui para ler o texto na integra


                                                        

 

 


Isabel Balbino enviada ao Quénia

Maturidade kakuma 2015



Crescendo como Igreja

A nível de Igreja é sabido que tivemos entre nós (Quénia) o Papa Francisco.
Foi um grande evento, inclusive por parte da sociedade civil.

Como era esperado, o Papa foi humilde e próximo (adjectivos nos jornais),
mas também muito frontal.

Apontou muitas coisas e ressaltou os problemas da corrupção e tribalismo.

No dia da sua visita foi decretado feriado,
e todo o país foi convidado à reflexão e oração.
Foi o que fizemos com as nossas estudantes de Santa Clara.
Depois convidámos alguns jovens da paróquia
a acompanhar a visita na nossa casa (TV).


Clique aqui para ler o texto na integra


                                                        

maria-e-paixao



































espirito-s












Aniversário de Maria da Paixão - 21 de Maio de 2015


maria-paixao-21-05


MULHERES em MISSÃO


Franciscanas Missionárias de Maria
(FMM)
somos um Instituto internacional, de direito pontifício.
Vivemos a nossa entrega, com opção preferencial por situações mais gritantes,
na esteira de Francisco de Assis e ao jeito de Maria.

Fundação
O Instituto FMM nasceu na Índia, onde Maria da Paixão trabalhara 12 anos
como membro da Sociedade de Maria Reparadora.
Impelida pelo Espírito a abrir novos horizontes à vida consagrada e à missão,
foi a Roma, com 3 Irmãs.

Ali, a 06.01.1877, festa da Epifania, Pio IX autorizou-a a fundar o Instituto,
com início na Diocese de Coimbatour (Índia).
É a primeira congregação feminina
especificamente dedicada à Missão Universal
.

Um Carisma
Que é um Carisma?
S. Paulo diz: «Há diversidade de dons, mas um só Espírito.
A cada um é dada a manifestação do Espírito para proveito comum». (1Cor 12, 4)
Contemplativas e ativas, consagramo-nos
à Adoração diária de Jesus Eucaristia e à Evangelização.

Um Espírito

Ser FMM é aventura que apaixona e compromete quem se deixa seduzir
e conduzir por Deus-Amor;
é resposta ao chamamento/envio missionário no Espírito,
para servir a causa de Cristo Libertador/Salvador.

Um estilo de vida
«Respondendo ao mesmo apelo, a comunidade constrói-se na fé,
à volta de Cristo Palavra e Pão.
O encontro entre Irmãs, na pluralidade de culturas e de estilos de vida,
reforça a unidade.» (Constituições)

Uma Missão profética
O Espírito interpela-nos pelos sinais dos tempos;
estamos atentas às necessidades do mundo em constante mutação
e aos apelos da Igreja universal e particular,
a fim de lhes dar uma resposta eficaz.

O anúncio da Boa Nova de Cristo
é o 1.º objetivo da nossa missão evangelizadora
e de intervenção social.


Empenhadas em projetos que visam o desenvolvimento integral
da pessoa e das populações, procuramos agir
com critérios de Evangelho, competência de saberes e consciência ética.


Em 1895 o Instituto estabeleceu-se em Portugal. 
Hoje, a Província Portuguesa é formada por 170 irmãs,
em 21 comunidades.
Há 25 irmãs portuguesas em Missão fora de Portugal (ad gentes).

Nas Dioceses onde estamos integradas,
dedicamo-nos ao serviço da Nova Evangelização,
na fidelidade criativa ao Carisma fundacional

                           
Maria Rosária Nunes
franciscana missionária de maria



                                                        

bom-pastor










francisco-cordeiro



maria-acolhe





52.º Dia Mundial de Oração pelas Vocações


MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO
PARA O 52º DIA MUNDIAL
DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

(26 de Abril de 2015 - IV Domingo de Páscoa)



moises-exodo

 

Amados irmãos e irmãs!

O IV Domingo de Páscoa apresenta-nos o ícone do Bom Pastor,
que conhece as suas ovelhas, chama-as, alimenta-as e condu-las.
[...]
Se a Igreja «é, por sua natureza, missionária»
(Conc. Ecum. Vat. II., Decr. Ad gentes, 2),
a vocação cristã só pode nascer dentro duma experiência de missão.

Assim, ouvir e seguir a voz de Cristo Bom Pastor, deixando-se atrair
e conduzir por Ele e consagrando-Lhe a própria vida,
significa permitir que o Espírito Santo nos introduza neste
dinamismo missionário, suscitando em nós o desejo
e a coragem jubilosa de oferecer a nossa vida
e gastá-la pela causa do Reino de Deus.

[...]
A experiência do êxodo é paradigma da vida cristã, particularmente de quem
abraça uma vocação de especial dedicação ao serviço do Evangelho.

Consiste numa atitude sempre renovada de conversão e transformação,
em permanecer sempre em caminho, em passar da morte à vida,
como celebramos em toda a liturgia: é o dinamismo pascal.
[...]    
responder à chamada de Deus é deixar que Ele nos faça sair da nossa falsa estabilidade para nos pormos a caminho rumo a Jesus Cristo, meta primeira e última da nossa vida e da nossa felicidade.
[...]

Queridos jovens, não haja em vós o medo de sair de vós mesmos
e de vos pôr a caminho!
O Evangelho é a Palavra que liberta,
transforma e torna mais bela a nossa vida.


Como é bom deixar-se surpreender pela chamada de Deus, acolher a sua Palavra, pôr os passos da vossa vida nas pegadas de Jesus, na adoração do mistério divino e na generosa dedicação aos outros!
A vossa vida tornar-se-á cada dia mais rica e feliz.

A Virgem Maria, modelo de toda a vocação, não teve medo de pronunciar
o seu «fiat» à chamada do Senhor.
Ela acompanha-nos e guia-nos.
Com a generosa coragem da fé, Maria cantou a alegria
de sair de Si mesma e confiar a Deus os seus planos de vida.


A Ela nos dirigimos pedindo para estarmos plenamente disponíveis ao desígnio que Deus tem para cada um de nós; para crescer em nós o desejo de sair e caminhar, com solicitude, ao encontro dos outros (cf. Lc 1, 39).

A Virgem Mãe nos proteja e interceda por todos nós.

Vaticano, 29 de Março – Domingo de Ramos – de 2015.


Franciscus PP.





                                                        

bento-xv





Bento XVI - uma vocação ao serviço do Reino de Deus


Cidade do Vaticano – Rádio Vaticano - 16-04-2015


«Nesta quinta-feira (16/04), o Papa emérito Bento XVI completa 88 anos.
O próximo domingo marcará os 10 anos de sua eleição
como 265.º Papa da Igreja Católica.

O Papa Francisco ofereceu a Missa matutina na Casa Santa Marta
ao Papa emérito:

"Quero recordar que hoje é o aniversário do Papa Bento XVI.
Eu ofereci a missa por ele e também convido a todos a rezar por ele,
para que o Senhor o sustente e lhe dê muita alegria e felicidade".
[...]

Joseph Ratzinger
nasceu a 16 de abril de 1927 em Marktl am Inn,
município da Baviera, no sudeste da Alemanha.

Estudou na Escola Superior de Filosofia em Freising
e na Universidade de Munique.

Foi ordenado sacerdote em 29 de junho de 1951».

Fonte: RV (Rádio Vaticano)


   Página anterior




Franciscanas Missionárias de Maria © 2011. Todos os direitos reservados.